domingo, 28 de maio de 2017

64

Texto de Luis Fernando Verissimo

Lucia e eu nos casamos em março de 1964. Fomos morar num quarto-e-sala da Rua Figueiredo Magalhães, em Copacabana. Eu, sem emprego, tentava começar um negócio que só provaria minha total inabilidade para negócios. Vivíamos do dinheiro mandado de casa, o bastante para pagar o aluguel e pouca coisa mais. E éramos felizes.

Quando marcamos a data do casamento, me ocupei em saber o que o ano de 64 nos reservava. Não tinha nenhuma crença em desígnios ocultos, mas nunca se sabe. Encontrei uma lista num livro chamado “Símbolos”.

Descobri que 64 são os caminhos da Cabala para o conhecimento.

Que a mãe do Buda era de uma família com 64 tipos de virtude.

Que 64 gerações separavam Confúcio do começo da dinastia Hoang Ti.

Que Jesus Cristo era o sexagésimo-quarto na linha de descendentes diretos de Adão, segundo São Lucas.

Que 64 mulas puxaram a carruagem fúnebre de Alexandre Magno.

Que 64 pessoas carregavam os restos mortais dos imperadores da China.

Que 64 são as casas num tabuleiro de xadrez.

E que 64, oito vezes oito, é o numero da plenitude humana.

Deduzi que 64 era um bom ano para começar um casamento. Mal sabia eu…

A lista não dizia nada sobre o general Mourão.

A notícia de que as tropas estão na rua outra vez me enche, portanto, de revolta, mas também de nostalgia. Saudade não do golpe e do que viria depois, mas de nós, naqueles dias. Minha única atividade antigolpe, além de comprar o “Correio da Manhã” para ler o Cony, era preparar a fuga de uma tia que estava sendo hostilizada no trabalho, caso fosse necessário. Mas quando penso em 64, penso no nosso pequeno apartamento na Figueiredo Magalhães, na festa que era quando sobrava algum dinheiro para jantar no “Rondinela”.


Não sei se teremos 64 de novo. Nem sei se a tropa já não foi, sensatamente, recolhida aos quartéis. Nossa juventude é que certamente não volta mais.

quinta-feira, 11 de maio de 2017

ATOR HERSON CAPRI DENUNCIA MALEFÍCIOS DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA

O ator Herson Capri gravou um vídeo, sem cobrar cachê, denunciando os malefícios da Reforma da Previdência proposta pelo Governo Temer. Ele explica que, caso aprovada, a maior parcela dos brasileiros não conseguirão se aposentar. "As condições do mercado de trabalho no Brasil não permitem que o trabalhador contribua durante quarenta anos, mas, ao mesmo tempo, a Reforma da Previdência irá manter privilégios na aposentadoria para deputados, senadores e vereadores", denuncia.

 

DEPOIMENTO EM CURITIBA: COLETÂNEA DE FRASES DE LULA QUE VOCÊ NÃO VERÁ NA GLOBO


MORO: Senhor ex-presidente, preciso lhe advertir que talvez sejam feitas perguntas difíceis para você.
LULA: Não existe pergunta difícil pra quem fala a verdade.

***

MORO: Esse documento em que a perícia da PF constatou ter sido feita uma rasura, o senhor sabe quem o rasurou?
LULA: A Polícia Federal não descobriu quem foi? Não? Então, quando descobrir, o senhor me fala, eu também quero saber.

***

MORO: O senhor não sabia dos desvios da Petrobras?
LULA: Ninguém sabia dos desvios da Petrobras. Nem eu, nem a imprensa, nem o senhor, nem o Ministério Público e nem a PF. Só ficamos sabendo quando grampearam o Youssef.
MORO: Mas eu não tinha que saber. Não tenho nada com isso.
LULA: Tem sim. Foi o senhor quem soltou o Youssef. O senhor deve saber mais que eu [referindo-se ao escândalo do Banestado].

***

LULA: O Dallagnol não tá aqui. Eu queria o Dallagnol aqui pra me explicar aquele PowerPoint.

***

MORO: Saíram denúncias na Folha de S. Paulo e no jornal O Globo de que…
LULA: Doutor, não me julgue por notícias, mas por provas.

***

LULA: Esse julgamento é feito pela e para a imprensa.
MORO: O julgamento será feito sobre as provas. A questão da imprensa está relacionada a liberdade de imprensa e não tem ligação com o julgamento.
LULA: Talvez o senhor tenha entrado nessa sem perceber, mas seu julgamento está sim ligado a imprensa e os vazamentos. Entrou nessa quando grampeou a conversa da presidente e vazou, conversas na minha casa e vazou, quando mandou um batalhão me buscar em casa, sem me convidar antes, e a imprensa sabia. Tem coisas nesse processo que a imprensa fica sabendo primeiro que os meus advogados. Como pode isso? E, prepare-se, porque estes que me atacam, se perceberem que não há mesmo provas contra mim e que eu não serei preso, irão atacar o senhor com muito mais força.

***

MORO: Senhor ex-presidente, você não sabia que Renato Duque roubava a Petrobras?
LULA: Doutor, o filho quando tira nota vermelha, ele não chega em casa e fala: “Pai, tirei nota vermelha”.
MORO: Os meus filhos falam.
LULA: Doutor  Moro, o Renato Duque não é seu filho.

***

LULA: Doutor Moro, o senhor já deve ter ido com sua esposa numa loja de sapatos e ela fez o vendedor baixar 30 ou 40 caixas de sapatos, experimentou vários e no final, vocês foram embora e não compraram nenhum. Sua esposa é dona de algum sapato, só porque olhou e provou os sapatos? Cadê uma única prova de que eu sou dono de algum tríplex? Apresente provas doutor Moro?

***

MORO: O senhor solicitou à OAS que fosse instalado um elevador no tríplex?
LULA: O senhor está vendo essa escada caracol nessa foto? Essa escada tem dezesseis degraus e é do apartamento em que eu moro há 18 anos em São Bernardo. Dezoito anos a Dona Marisa, que tinha problema nas cartilagens do joelho passou subindo e descendo essa escada. O senhor acha que eu iria pedir um elevador no apartamento que eu não comprei, ao invés de pedir um elevador no apartamento em que eu moro, para que a Dona Marisa não precisasse mais subir essa escada?

***

LULA: O vazamento das conversas da minha mulher e dela com meus filhos foi o senhor quem autorizou.

***

MORO: Tem um documento aqui que fala do tríplex…
LULA: Tá assinado por quem?
MORO: Hmm… A assinatura tá em branco…

LULA: Então, o senhor pode guardar por gentileza!

O BRASILEIRO


quarta-feira, 10 de maio de 2017

MORO X LULA

"O fato de um juiz ser, com assustadora naturalidade, representado como parte adversária do réu que está prestes a julgar diz bastante acerca de em qual patamar civilizatório nos encontramos, principalmente no que se refere ao papel de nossa imprensa."







quarta-feira, 3 de maio de 2017

VOCÊ SABE COMO SE RECUPERAR DE UM DERRAME?

fonte: À Sua Saúde

O acidente vascular cerebral (AVC) ocorre quando a circulação sanguínea no cérebro é interrompida ou reduzida, privando o mesmo de oxigênio e nutrientes. Em poucos minutos as células do cérebro começam a morrer.

O AVC é uma urgência médica e o atendimento rápido é crucial. A ajuda imediata pode minimizar danos e complicações.

A boa notícia é que o AVC é tratável e pode ser prevenido. Hoje em dia o “derrame” mata menos do que há 15 anos.


Sintomas: 

– Dificuldade para falar e entender.

– Paralisia ou dormência na face, braço ou perna.

– Dificuldade na visão de um dos olhos.

– Dores de cabeça.

– Dificuldade para andar.


Se você perceber sinais de “derrame” em alguém, pense rápido e faça o seguinte: 

– Face. Peça a para pessoa sorrir. Só um lado se mexe?

– Braços. Peça para que a pessoa levante os dois braços. Um dos braços não levanta completamente?

– Fala. Peça que a pessoa repita uma frase simples. A fala se encontra arrastada ou estranha?

– Ajuda rápida. Se você perceber algum dos sintomas mencionados acima ligue para a emergência.

Não espere para ver se os sintomas passam. Cada minuto conta! Quanto mais tempo demorar mais chances de ocorrerem danos irreversíveis no cérebro.


Causas:

– AVC isquêmico. Cerca de 85% dos acidentes vasculares cerebrais são isquêmicos. O AVC isquêmico ocorre quando as artérias do cérebro se estreitam ou são bloqueadas, reduzindo o fluxo sanguíneo no cérebro.

– AVC hemorrágico. Esse tipo de derrame ocorre quando um vaso sanguíneo se rompe. Hemorragias cerebrais podem ter como resultado a pressão sanguínea alta, tratamento errado com anticoagulantes e pontos vulneráveis nos vasos sanguíneos.

– Ataque isquêmico transitório (AIT). O AIT, também chamado de mini-AVC, é um breve período de sintomas semelhantes aos que você teria em um acidente vascular cerebral. Uma redução temporária do fluxo sanguíneo no cérebro que dura menos de 5 minutos. Mesmo se os sintomas passarem depois de cinco minutos, procure assistência médica imediata. O AIT aumenta significativamente o risco de se ter um AVC completo.


Fatores de risco: 

Muitos fatores podem aumentar o risco de um AVC. Alguns fatores também podem aumentar o risco de infarto.

Fatores de qualidade de vida: 

– Estar acima do peso ou obeso.

– Sedentarismo.

– Alcoolismo.

– Uso de drogas ilícitas como cocaína e metanfetaminas.

Fatores de risco médicos: 

– Pressão sanguínea alta.

– Tabagismo ou fumo passivo.

– Colesterol alto.

– Diabetes.

– Apneia obstrutiva do sono. Um distúrbio do sono que diminui os níveis de oxigênio no organismo.

– Doenças cardiovasculares.

Outros fatores: 

– Histórico familiar.

– Ter 55 anos ou mais.

– Raça. Africanos tem maior risco de ter AVC.

– Sexo. Homens tem mais chances de ter derrames.


Complicações: 

O Acidente vascular cerebral pode resultar em deficiências temporárias ou permanentes, dependendo do tempo em que o cérebro fica sem sangue e quais partes são afetadas.

– Paralisia ou perda de movimentos musculares.

– Dificuldade para falar ou engolir.

– Perda de memória e dificuldade para pensar.

– Problemas emocionais.

– Dor.

– Mudanças de comportamento e dificuldade em cuidar de si.

O sucesso no tratamento de qualquer dano cerebral varia de pessoa para pessoa.


Diagnóstico: 

Para determinar o tratamento mais apropriado para o AVC, a equipe de emergência deve avaliar qual o tipo de derrame e quais áreas do cérebro foram afetadas.

– Exame físico.

– Exame de sangue.

– Tomografia computadorizada.

– Imagem de ressonância magnética.

– Ultrassom de carótida.

– Angiograma cerebral.

– Ecocardiograma.

O tratamento emergencial do derrame varia de acordo com o tipo do mesmo. Medicamentos aplicados diretamente no cérebro e cirurgias podem ser necessários.

Após o tratamento emergencial, a terapêutica foca em ajudar o paciente a recuperar força, movimentos e voltar a ter uma vida independente.


O programa de reabilitação pode começar antes que o paciente seja liberado do hospital e pode incluir esse time de especialistas: 

– Neurologista.

– Fisiatra.

– Nutricionista.

– Fisioterapeuta.

– Terapeuta ocupacional.

– Fonoaudiólogo.

– Psicólogo ou psiquiatra.

É muito importante se prevenir. Um estilo de vida saudável pode evitar o acidente vascular cerebral. 



Para mais informações procure o seu médico.